As primeiras coisas que deve fazer ao seu computador

Se acabou de adquirir um computador ou acha que pode tirar mais proveito do seu equipamento atual, então este artigo é para si. Os tópicos que referimos a baixo podem ser utilizados como ponto de partida para uma configuração base eficiente para o seu computador.

1. Atualize o sistema e os respetivos drivers

Drivers, será que são mesmo necessários ? Sim, são. Ainda que os mais desatentos desconheçam, os drivers têm um papel importante no funcionamento de um sistema, pois são os responsáveis pela utilização correta do hardware(ex: placa de som; rato, etc).

Alguns destes drivers tendem a ser atualizados pelas respetivas empresas, pelo que o utilizador deve procurar manter os seus drivers atualizados, de forma a que não ocorram anomalias.

Por norma, quando um computador é adquirido, vem um CD para a instalação dos drivers. Caso esta situação não se verifique e seja necessário a instalação de drivers, o utilizador deve recorrer aos sites das empresas, responsáveis pelo hardware visado, e fazer o respetivo download.

2. Instale uma solução Antivírus

Por certo, um dos aspetos que devemos ter em atenção é a proteção do nosso computador e do seu respetivo sistema. Efetivamente, com o passar do tempo, o computador irá conter um lote de informação e trabalhos do respetivo utilizador, sendo que proteger essa informação é o seu dever. Por norma, um bom antivírus, mesmo que gratuito, e uma utilização consciente do seu computador serão suficientes para o proteger, mas no mundo virtual, cada dia que passa o seu computador estará mais propenso e vulnerável a ser atacado, por isso deverá evitar a utilização de programas desconhecidos , bem como evitar a abertura em mails com aparência duvidosa.

Gratuitos:

Se é um utilizador comum e navega de forma segura na internet, um antivírus gratuito poderá ser suficiente para a sua proteção. Desta forma, apresentamos algumas opções que lhe podem ser úteis: Avast; Microsoft Secutity Essentials; Avira.

Como qualquer programa, os antivírus também necessitam dos recursos da memória RAM.
Para a utilização do Avast, foram necessárias 64 MB; para o Microsoft Secutity Essentials foram necessárias 288 MB; para o Avira foram necessárias 298 MB.

Estes resultados foram obtidos a partir de um computador com as seguintes especificações:

  • CPU – Intel core i5-3317U; 1.70 Ghz
  • RAM – 2 GB
  • DISCO – 24,8 GB
  • SO – Windows 7 SP1 Home Premium

Fonte: Pplware.

Pagos:

Se o seu computador é mais utilizado para o lado empresarial, certamente um Antivírus pago poderá ser uma boa via, visto a necessidade extrema em proteger dados/trabalhos e outros afins. Para estes casos, recomendamos o uso do Kaspersky, por muitos considerados o melhor antivírus do mundo.

Tal como os computadores, os tablet/smartphones são igualmente propensos a vírus nos dias que correm. Efetivamente, tudo dependerá da utilização que dá ao seu gadget e o que executa no mesmo. Se utilizar o seu gadget de forma cuidada, não necessitará de utilizar um antivírus, caso contrário poderá antecipar situações inesperadas com a utilização de um antivírus para o seu dispositivo.
Neste segmento, o Android domina ao nível de presença em dispositivos. Desta forma, para Android, recomendamos o uso do Avast! Mobile Security.

3. Modifique as definições de energia

Se possui um computador portátil então este deve ser o ponto de partida. Devido às limitações que as baterias possuem, poupar energia certamente estará num dos seus objetivos diários.

Hibernação:

Quando o utilizador se ausenta do computador, o utilizador tem como opções: desligar; suspender; e hibernar. São 3 opções diferentes que se adequam a situações diferentes.

O método de hibernar é utilizado por quem pretende se ausentar do computador e, quando regressar, iniciar exatamente onde estava. Para que esta situação seja possível, o computador salva em disco todas as informações sobre o estado do computador antes deste hibernar. Este método é mais eficaz que o método de suspensão, pois permite uma maior poupança de energia.

  1. Para desativar o modo de hibernar no Windows 7 basta seguires os passos:
  2. No menu Iniciar, digite “cmd” na caixa de Pesquisa.
  3. Da lista, clique com o botão direito do mouse no Prompt de Comando, e clique em Executar como Administrador.
  4. Quando solicitado, clique em Continuar.
  5. No Prompt de Comando, digite “powercfg.exe /hibernate off”, e então pressione a tecla Enter.
  6. Digite “exit” e pressione a tecla Enter.

Performance:

Todos os sistemas operativos têm mais de um modo de energia, de forma a adaptar-se à necessidade de cada utilizador sendo que, dependendo do modo escolhido, isso poderá afetar a performance do seu dispositivo. (Ex: O Windows 7 tem como opções o modo Equilibrado e o modo de Poupança de Energia. Efetivamente, se optar pela primeira opção, obterá desempenho máximo do seu computador. Por outro lado, se está a caminho de uma reunião importante ou simplesmente precisa de poupar energia por razões pessoais, certamente, deverá optar pelo modo de poupança de energia. Com a ativação deste modo irá obter uma melhor autonomia do seu dispositivo, mas certamente será afetado ao nível de desempenho, de luminosidade de ecrã e de visualização de conteúdo online(ex: vídeos), visto que o desempenho do wi-fi será reduzido.

4. Instale um leitor pdf

Hoje em dia, o uso de ficheiros, do tipo, pdf é uma constante, sendo que as ferramentas, deste tipo de ficheiros, preconizam uma apresentação leve e simples do conteúdo dos mesmos.

Ferramentas disponíveis:

Não fugindo à regra de outras áreas, o utilizador tem à disposição um lote de programas que visam a utilização de ficheiros .pdf, sendo alguns deles o conhecido Adobe Reader.
Neste caso, nós recomendamos o Foxit Reader, pois é um software mais leve que o Adobe Reader, mas que contém os mesmos recursos. Além destes aspetos positivos, a ferramenta conta com uma velocidade de abertura, dos documentos pdf, muito boa.

5. Instale uma solução de ferramentas de escritório

Quem nunca ouviu falar no Microsoft Office 365 ? Certamente, este é o mais famoso pacote de ferramentas de texto, cálculo, apresentações, etc. Pode ser facilmente encontrado em salas de aula, escritórios empresarias, entre outras superfícies que utilizam este tipo de ferramentas.

Gratuitas:

É conhecido o impacto que o pacote da Microsoft tem pelo mundo e arredores, mas esta área não se resume apenas à gigante de Redmond. Se o utilizador preferir uma versão parecida, com bons recursos, software leve e gratuita, certamente elas existem e estão bem posicionadas pelos bons recursos que apresentam. Entre os softwares disponíveis, destacamos o: LibreOffice; e o OpenOffice.

Pagas:

Nesta opção, claramente temos o domínio total do pacote da Microsoft que pode ser adquirido em diferentes preços, consoante a necessidade de cada utilizador.

6. Proteja os seus dados com uma solução de cópia de segurança

Atualmente, as cópias de segurança é um método de prevenção visto com “bons olhos” por todos aqueles que desenvolvem projetos/trabalhos e que os querem proteger, todos os que desejam guardar as fotos das últimas férias, etc. À uns anos, a forma mais utilizada de fazer “backups” era por auxílio a discos externos, isto em casos particulares. Hoje em dia, os utilizadores preferem algo mais virtual, alojando muita das vezes os seus ficheiros nas famosas clouds(espaços online de alojamento de ficheiros. Ex: Google Drive). Em relação às empresas, sempre houve um certo cuidado em manter cópias de segurança dos trabalhos desenvolvidos, sendo que muitas delas têm os seus próprios servidores de backups.
Sem dúvida que as cópias de segurança são uma vantagem para o utilizador, pois antecipamos qualquer problema que possa surgir durante o desenvolvimento dos projetos.


Partilhar esta Notícia

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • linkedIn